quarta-feira, 28 de novembro de 2012

A origem do Lobisomem, verdade ou mito?


Uivem  parceiros Lycans! Desta vez abordaremos um fato bem peculiar da "lenda" do Lobisomem. Algum momento você já parou para pensar de onde surgem as lendas? Como se cria tais seres simplesmente do nada? Seria possível, ou não? Desde os tempos antigos a humanidade vem se deparando com os mais diversos tipos de criaturas, e histórias, mais sempre um senso comum é alertado em nossa mente, e acreditar no que se ouve é muito mais difícil do que acreditar no que se vê! E muitas pessoas hoje em dia vem pondo isso em suas cabeças, é o famoso: "Só acredito vendo!"

Mais hoje, o que eu vou apresentar são passagens da história que sendo verdade ou não, são bem convincentes. Os mitos surgiram em varias regiões do mundo que não tinham nenhuma conexão, muitas delas já conhecidas. Vamos fazer uma passagem pela história para saber como isso aconteceu.

-Na Grécia, o rei Lycaon tentou matar Zeus. Em outra lenda, Lycaon fez um sacrifício humano e a ira divina recaiu sobre ele. Ou Lycaon serviu a Zeus carne humana. Ou ainda Lycaon sacrificou ao deus o seu próprio filho. Em todas essas lendas, o final é o mesmo. O rei foi transformado para sempre em lobo como castigo. Mas se não se alimentasse de carne humana por dez anos, recuperaria o aspecto de homem.

- No século I, na Roma de Nero, Tito Petrônio Arbiter escreve o Satíricon. No capítulo LXII, Niceros, no banquete de Trimalcion, relata a história do soldado que se transforma em lobo. Este é o mais antigo registro existente, em literatura erudita, da história do Lobisomem. Nessa história  traduzida para o francês por M. Héguin de Guerle, Niceros narra a sua saída com um soldado, e seu companheiro; "em certa noite de Lua, tão clara como se fosse o meio-dia. Puseram-se a caminho ao primeiro canto do galo. Ao fim de uma estrada encontraram-se entre sepulturas. Subitamente, começou o soldado a conjurar os astros. Depois, despiu-se e colocou as roupas junto à estrada. Em seguida, urinou à volta delas e, nesse instante, transformou-se em lobo. Pôs-se então a uivar e embrenhou-se na mata. As suas vestes tornaram-se em pedras. Niceros, apavorado, saiu correndo e chegou à casa de Melisse. Esta, espantada por vê-lo ali a desoras, disse-lhe que, se tivesse chegado um pouco mais cedo, teria sido de grande valia; pois um lobo penetrara no curral e degolara todos os carneiros. Uma verdadeira carnificina! Mas, embora tivesse escapado, fora gravemente ferido no pescoço, por um criado. Intrigado e horrorizado, e como o dia já vinha clareando, voltou rapidamente pelo mesmo caminho. Ao passar pelo lugar onde as roupas haviam-se transformado em pedra, verificou que ali só restava sangue. Entrando no alojamento, encontrou o soldado estendido na cama; sangrava abundantemente e um médico o atendia, tentando estancar a hemorragia do pescoço. Foi então que percebeu tratar-se de um Lobisomem."



Nos primórdios da era cristã, tanto Ovídio como Petrônio registraram que o Lobisomem era fruto de penitência, de castigo, ou era uma transformação voluntária e temporária, como acontecera ao soldado da história.

-Passagens bíblicas também relatam a transformação em lobo, como foi o caso do Rei Nabucodonosor que foi castigado a vagar em forma de lobo por Deus, há também passagens como em Deuteronômio. "Mandarei contra vós as feras do campo, que devorarão vossos filhos e matarão vossos animais. (Levítico. 26.22.)


- mas se percebermos, todos foram na Europa. e nas Américas? aqui está nosso grande desfecho. a crença de lobos e homens já existia entre as tribos indígenas americanas, muito antes do contato com o povo Europeu. na América do norte, os licantropos eram controlados e ajudados por feiticeiros das tribos, na América do sul, não existiam lobos, então eles difundiram a crença de homens que se tornavam criaturas parecidas, e tinham a função de proteger as tribos e as florestas dos maus espíritos.

"na noite corre o ser da floresta, o protetor das águas, temente ao fogo, e fiel a tribo, homem com aparência de chacal. Kanima, solto, uiva pelas perdas, e rosna pela bravura que corre em suas veias.


Outro conto, um dos mais antigos escritos conhecidos "A Epopéia de Gilgamesh", é um candidato provável. Nele, Gilgamesh recusa-se a ser amante da deusa Ishtar por causa do comportamento cruel dela com os seus pretendentes anteriores. Ishtar transforma um pastor de ovelhas, em um lobo, fazendo-o inimigo de seus amigos, de suas ovelhas e até mesmo de seus próprios cães.


Ambos os escritos anteriores são antigos e sugerem que a ideia de homens se transformando em lobos tem habitado o mundo desde os primórdios da civilização humana. Além de antiga, a ideia é amplamente difundida. Na maioria dos lugares, se um lobo vive ou viveu em uma região particular, os contos folclóricos dessa região incluem os lobisomens. Nas regiões onde não existem lobos, as histórias falam de pessoas que se transformam em outros animais carnívoros. Histórias vindas de partes da África (em inglês) falam de pessoas que se transformam em hienas ou crocodilos. Nos contos folclóricos chineses, as pessoas se transformam em tigres, e em histórias japonesas, elas viram raposas. Algumas histórias russas descrevem pessoas que se transformam em ursos.

Em todas essas histórias, os mutantes tendem a provocar medo. Tal medo surge de três fontes principais:

  • O animal que a pessoa se torna é um carnívoro poderoso, grande - ele é assustador mesmo sem intervenção sobrenatural;
  • Ao sofrer a transformação, a pessoa vira algo que amedronta, não tendo como escapar;
  • Se a licantropia for transmitida por uma mordida, a vítima enfrenta a ameaça contínua de sofrer espantosas transformações indefinidamente se sobreviver ao encontro.


A maioria das pessoas já ouviu algo sobre a caça às bruxas do século 16. Bem menos conhecida é a caça aos lobisomem que aconteceu no mesmo período. Uma crença comum era de que os lobisomens viravam sua pele ao avesso para retornar à forma humana, assim uma prática de investigação surgiu envolvendo a retirada e a colocação de volta da pele de uma pessoa para ver se havia mais pele por baixo.

Muitas são as passagens na história da humanidade sobre os Licantropos, e mesmo assim com todos os fatos, acontecimentos e tudo mais que já foi registrado, acreditar em algo que pareça irreal é difícil, e sempre vem em nossa mente a velha pegunta:  

"Será que isso realmente é verdade ou mito?"

E eu deixo essa pergunta para vocês, meus queridos leitores. E A origem do Lobisomem, verdade ou mito? não acaba por aqui ainda se tem muita coisa o para se falar, e ser apresentada, então fiquem atentos e com os sentidos apurados, pois logo logo postarei a continuação. Até a próxima queridos leitores!


22 comentários:

  1. Saudações Querido Lupino, dando uma passada aqui para entender essa questão, esta é uma lenda bem antiga e que intriga muitos até mesmo atualmente,infelizmente devemos ter a mente aberta para quaisquer sinais, e gostei desta postagem você soube redigir um texto bem perfeito, então boa sorte em tua pesquisa e continua assim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valew! Mais sempre me ponho a pensar em como uma lenda surge! Será mesmo que ela surge simplesmente do nada? Acho que fatos e acontecimentos podem ser o começo de uma lenda, então simplesmente ela não vem do nada! ^^
      Devemos sempre pensar nisso! ;)

      Excluir
  2. Não é pelo fato de eu estar escrevendo um livro sobre lobisomem que esse post chamou minha atenção, mas sim porque esse tipo de assunto me agrada. Há muito que questiono as crenças biblícas que alegam que essas coisas de fato não existe, mas tudo até as lendas partem de algo. Alguém viu alguma coisa em algum tempo passado e registrou. No caso do lobisomem, se existe ou não , o caso verídico da Besta de Gévaudan esta ai pra quem quiser saber. Outras criaturas, como sereias , alguém viu algo muito estranho no mar e bom... o resto já sabem.

    Seguindo seu blog viu.

    taliesinperdido.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo que vemos e que vivemos deve ser questionado, somps controlados pela midia, e mais antigo que a midia era a igreja, e é como eu sempre digo devemos dar uma chance a todos os seres, pois sempre saibam que o governo e seus sueperiores controlam nosso peqieno mundinho que esta boiando numa poça do universo chamada galaxia! : D

      Excluir
  3. Respostas
    1. Olá Welligton, realmente não existe, mais pesquisei a origem do versículo e na verdade ele se encontra no livro de Levítico! Obrigado pela observação, o texto ja foi corrigido.

      Excluir
  4. Eu queria saber o que ouve com o Deuteronômio 26:22?
    E o que eu sei é que tudo tem um motivo, alguma coisa nunca vem do nada...
    Sempre tem que acontecer algo, pra depois se prevenirem, é assim que funciona!
    Alguém viu de divulgou, é claro ele pode estar bêbado e falou e sempre tem distorções...
    Tipo assim ele fala que só viu!
    O outro vai falar que ele lutou com ele...
    E depois a 3ª pessoas vai falar que ele foi atacado e depois sobreviveu...
    E ai vai!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá khennedy, na verdade o versículo citado se encontra no livro de Levítico, o texto já foi corrigido! ^^

      Excluir
  5. Olá, adorei o posto; na verdade gostei de vários artigos seus. tenho, em casa, alguns livros sobre o assunto e adoraria saber a qual texto pertence esta citação:
    "na noite corre o ser da floresta, o protetor das águas, temente ao fogo, e fiel a tribo, homem com aparência de chacal. Kanima, solto, uiva pelas perdas, e rosna pela bravura que corre em suas veias." Se alguém puder me dizer...Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alisson, que bom que você gostou das matérias, em relação ao parágrafo, o encontrei na internet mesmo, por enquanto ainda não tenho muitas fontes de livros, a maioria dos meus posts são encontrados na internet, faço várias pesquisas, junto alguns textos com outros e vou montando o post. Agora fiquei interessado no seu material sobre assunto! Caso você queira compartilhar é só entrar em contato comigo! ^^

      Excluir
    2. Bom, final de período na faculdade então você já deve imaginar o caos, mas eu gostaria sim de poder compartilhar algo. Assim que estiver mais aliviado entro em contato contigo.

      Excluir
  6. ja vi uma coisa assim eu tiha 8 anos era uma aparencia tipo lobohomem so que tinha 3 olhos e os braços dele encostava no chao e tinha uns 5 metros n tinha dedo era unhas meu corpo travo e eu sentia muito medo o olhar dele era de puro odio odio mesmo eu senti tbm uma coisa enorme perto de mim sabe eu sentia que tinha uns 20 metros e era muito grande e pesado n sei explicar eu n via ele so sentia que ele cuidava de mim n era Deus eu sei era calmo como se tivesse ali so pra proteger n sentia amor dele por mim so uma proteçao n sei explicar o que era ninguem acredita em mim quando eu falo isso mais eu vi o bixo pelodo e senti o que estava perto de mim

    ResponderExcluir
  7. Interessante como e facil se perder nessas historias, mais aqui vai a verdade, o diabo sempre vai criar algo para distrair as pessoas, realmente lendas nao surgem do nada, e sim sao copiadas de algumas coisas e ai criadas, porque os vampiros so morrem com uma estaca de madeira, porque os lobisomens so morrem com algo de prata, na biblia a algo que se encaixa ai, prata e madeira. Agora a verdade amigos e que tudo nao passa de historias criadas para nos distrair do que verdadeiramente importa, a nossa salvacao, Deus abençoe a todos!

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. No caso de Colônia, Alemanha, 1589, parece que a Inquisição utilizou dos mitos do passado para compor o personagem que justificaria o assassinato do homem teria praticado crimes em série. É possível que fosse o homem um inimigo da Igreja da época ou que apenas foi usado para acobertar crimes de algum protegido do clero. A lenda foi usada para justificar a tortura e manter o povo das cidades da época sob controle. A história é tão interessante quanto trágica.

    ResponderExcluir
  10. Interessante o post, mas a lenda dos lobisomens é muito mas muito provável de ser mito, começando pelo fato das primeiras citações virem de mitologia explícita, como a grega e suméria. Mas podemos traçar algumas hipóteses de como pode ter surgido o mito, imagine você à meia-luz, sozinho, geralmente terá medo imediato de qualquer coisa que se mova bruscamente, nessas condições nosso cérebro vai imaginar mil e uma razões para o que está acontecendo, nossos sentidos de longe não são as melhores ferramentas para experimentar o mundo, some as condições, a falha de interpretação e a falha captação de dados, e você tem a receita para a criação de qualquer mito. Aliado a isso, temos a ignorância do povo antigo com distúrbios comportamentais e psiquiátricos, basta que algum portador em uma época remota tenha um surto em uma noite de lua cheia, apresente agressividade, e por suas condições não se cuide muito, tendo unhas compridas e cabelos longo, e tamtam, temos uma aparição de "lobisomem". Coisa parecida acontece com vampiros, Em tempos remotos, basta que alguém tenha morrido ao relento, e alguém passe por perto, pois cadáveres incham à medida que os gases resultantes da decomposição se acumulam no torso, e o aumento de pressão força o sangue a derramar-se pela boca e nariz fazendo o morto parecer ter se alimentado de sangue, pois estará coma boca suja e estará gordinho. O estacamento de um corpo inchado e em decomposição causaria o sangramento do corpo, e forçaria o escape dos gases acumulados, o qual poderia causar um som semelhante a um gemido à medida que os gases se moviam através das cordas vocais, e tá ai, o cara parece que tá dormindo, com a boca suja de sangue, e roncando, ainda podemos somar os sintomas de doenças como Catalepsia, Porfíria e raiva, que para povos sem medicina alguma, se não fizesse surgir o mito, ao menos iria confirma-lo e iria incrementar a lenda.

    ResponderExcluir
  11. Muito bom o conteúdo abordado aqui, interessante também sobre levitico 26.22 pois a linguagem nela atribuída reflete muito no tema lobisomem ou mesmo materialização o que para mim é improvável de demônios. Realmente é um tema muito interessante para debate sobre mito ou verdade desta criatura que povoa o imaginário dos que gostam e até mesmo daqueles que não o apreciam também, muita coisa se foi atribuída sobre tal criatura por anos e anos como todos já vimos, porém achar a prova e mostra-la ao mundo afirmando assim que não se trataria de um mito é também algo ao me ver quase impossível, não por não crer na existência de lobisomens mas porque o mundo atual vive plena e exclusivamente de fatos e conclusões, o espaço para crença em mitos vem a cada dia mais dando espaço para outras formas de apego, espiritual mentalmente e fisicamente, ou seja, para tudo se tem explicações de forma coerente e natural. Mas sou um dos que busca conhecimento em tudo e sobre tudo, gosto e sempre gostei de mitos sejam eles verdades ou não e posso acreditar no lobisomem por situações que talvez me levem a crer nisto. Apenas um exemplo que posso passar a quem aqui se interessar e ler o meu comentário, é que pouco tempo atrás uma amiga me disse algo muito fora do comum, na verdade aconteceu com um rapaz que ela se relacionava, onde em um dia desses onde estavam juntos se curtindo como qualquer outro casal, algo aconteceu que a deixou intriga, e o interessante é que ela não ficou com medo. Eu perguntei o que havia acontecido. Ela então me disse que ao fixar nos olhos do rapaz ela reparou que os olhos do mesmo da cor castanho claro e expressivos, de repente ficaram vermelhos cor de rubi e o tamanho de seus olhos também diminuiu dando um formato de olhos de lobo, isso aconteceu varias vezes durante o tempo que ficaram em um dia, sim em um dia e não em uma noite, a mudança nos olhos acontecia e durava quase 10 segundos até os olhos voltarem ao normal e logo depois novamente voltavam a ter o vermelho rubi e de tamanho menor. Enfim eu fiquei intrigado com isso desde então e fico imaginando se este rapaz não será um lobisomem sem nem o mesmo saber que o é, pois a idade dele minha amiga disse ser de 31 anos e o detalhe é que minha amiga nunca se interessou por nada a respeito de lobisomens ou algo parecido, ou seja, é muito leiga no assunto. E antes que digam se eles estavam bêbados ou drogados, eu posso dizer que não pois ela é uma mulher muito séria e sem vícios, e sendo assim é improvável que ela tenha imaginado tal situação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito interessante seu comentário! Nosso mundo é cheio de surpresas não é mesmo? Quem sabe ele deva ser um lobo sem ao menos saber disso!? Só o tempo pode dizer (ou não)

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  12. Sim claro realmente! Mas o que me intrigou é o detalhe impressionante da cor destacada e muito bem detalhada por minha amiga, pois pelo que já ouvi falar , lobisomens tem os olhos da mesma cor que em sua forma humana, sejam pretos ou castanhos e até dizem ter no tom vermelho mais denso que os desse rapaz ou amarelados. A questão é que se o rapaz for mesmo um lobisomem eu posso até chutar que o mesmo não sabe que o é , ou então pode até saber, porém esconde sua real natureza, ou na melhor das hipóteses, ele possa ser um lobisomem totalmente diferente do que pensamos, ou seja, uma forma atual deste ser, evoluída, mas inteligente que seus antecessores, mas que por alguma razão não consiga se transformar por completo ou mesmo que não precise da transformação, ou então que esteja retraído para que em algum momento possa enfim exercer sua real natureza. Eu tentarei buscar mais informações sobre ele e talvez quem sabe eu consiga algo que realmente mostre o lado de um verdadeiro lobisomem nos dias atuais e não só apenas rumores, pois não sei se poderá concordar comigo, mas eu acho que este sem duvida um dos arhumentos até hoje de um suposto verdadeiro lobisomem, dito por uma pessoa de minha confiança, pois eu já havia ouvido falar e visto pela net varios relatos e argumentações do assunto com tons de veracidade, inclusive como a maioria eu acho, ditas por seus avós. Espero mesmo que o tempo me ajude com isso e me esclareça o que eu venho buscando saber a muitos anos e que talvez possa achar resposta

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...